FCM Arquitetura
COME AND JOIN
FCM Arqui+e+ura

Templo Origine

A proposta era desenhar uma capela para um cenário tão especial como Parque Estadual Do Sumidouro, de Minas Gerais, cuja paisagem não precisava nem um pouco da intervenção humana. Trata-se de um reserva aconchegada na Bacia do Rio da Velhas, a 37 quilômetros de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

Com a definição do Parque Estadual do Sumidouro, a construção de um receptivo turístico na Gruta da Lapinha e um museu arqueológico de peças descobertas na região, o município pretendia tornar-se um novo ponto turístico dentro de Minas Gerais. Para isso, além de ações para o turismo, a prefeitura estava desenvolvendo um Plano Diretor que organizava o trabalho nas áreas de planejamento urbano e econômico para os próximos 20 anos. Assim, esses grande projetos contribuíriam como marcos para as cidades e para todo entorno.

O ponto de partida para desenhar essa capela de apelo ecumênico, foram as condições já propostas pela natureza. Tínhamos o desafio, mais uma vez, de não tocar na paisagem de um parque ecológico e de respeitar seus biomas. Dessa forma, dividiu-se o projeto com um parte externa, que simboliza o templo em si, e uma estrutura submersa. Naturalmente, a obra faz uma inclinação para o céu, refletindo-se no espelho d`água. Cria-se , portanto, uma menção de respeito ao local.

Por fim, esta é uma igreja que aponta e se abre para o céu. O contato com Deus não se faz apenas pelos fiéis que lá estarão, mas também por sua estrutura que se comunica com o divino de forma criativa. Acompanhada de uma grande cruz que se ergue ao lado da obra, Templo Origine surpreende por sua grandeza e por sua trama complexa de linhas que compõe o topo da catedral.

  • Acesso e níveis que indicam uma hierarquia natural de sistema religioso, propondo uma igualdade de percepção e aceitação de todos os que visitarem seu interior;
  • Torre, que parece estar pousada sobre a água, sendo ponto de captação de luz natural e criando o átrio principal do templo;
  • Cruz de 132 metros de altura que marca, em uma escala ampliada, a posição de diálogo com entorno e toda natureza.
Templo Origine